Funcionário júnior

Como ajudar um funcionário júnior a se desenvolver?

Júnior, Pleno e Sênior são níveis de profissionais representados pelo grau de habilidades que uma pessoa tem em sua vida profissional. Apesar desses termos serem muito utilizados, principalmente na hora do recrutamento de funcionários, eles ainda geram muitas dúvidas. O funcionário júnior é definido como um profissional sem muita experiência ou que ainda está começando em sua carreira, e é sobre ele que vamos falar hoje.

Para entender de vez o que é a classificação de profissional “Júnior” e descobrir como ajudar esse colaborador a se desenvolver até se tornar um funcionário Pleno, continue lendo esse artigo!

O que é um funcionário Júnior?

Ao contrário do que muitos pensam, um funcionário Júnior não é o mesmo que um estagiário. Enquanto um estagiário é um profissional ainda em formação, o profissional de nível Júnior já é formado, mas ainda está no estágio inicial de sua carreira.

Se formos colocar uma “ordem” nos níveis que a carreira de alguém percorre, como geralmente é feito, ficaria da seguinte maneira: estagiário, júnior, pleno, sênior, master e especialista. Sendo assim, o Júnior é o primeiro nível após a formação.

Embora exista essa classificação generalizada, o nível do cargo pode variar de empresa para empresa. Tudo depende de como é que funciona o plano de carreira estipulado pela organização e dos critérios impostos por ela.

Geralmente, o setor que estipula essa classificação é o de Recursos Humanos, já que é ele quem recruta tais profissionais. Sendo assim, a pessoa responsável precisa ter em mente que o funcionário júnior terá conhecimento técnico, mas não necessariamente experiência e, muito menos, terá a capacidade de tomar de decisões.

Resumindo então, no geral, o funcionário Júnior é aquele recém formado, com pouca ou nenhuma experiência de trabalho. Apesar disso, ele possui conhecimentos técnicas e poucas habilidades já adquiridas em atividades extracurriculares ou até mesmo em um emprego anterior. Ele é alguém que irá agregar valor à organização, porém ainda precisa se aprofundar mais para crescer na carreira.

Como ajudar um profissional Júnior a se tornar Pleno?

Levando em consideração que as empresas, geralmente, querem que seus colaboradores evoluam, é muito provável que os profissionais com nível Júnior sejam contratados para depois se tornarem funcionários de nível Pleno.

Apesar de parecer algo natural, para que um profissional se desenvolva, a empresa tem um papel muito importante. Então, se você faz parte do setor de Recursos Humanos, você precisa ler as dicas que trouxemos a seguir:

 

  1. Crie um plano de carreira

    Um plano de carreira serve como um “mapa” do caminho que o funcionário júnior precisará percorrer até chegar ao próximo nível. Criar um plano de carreira faz com que o colaborador se mantenha motivado Isso porque ele sabe que se seguir esse caminho, terá uma recompensa ao final.

  2. Estipule metas e objetivos

    Metas e objetivos também são imprescindíveis para que o profissional se mantenha motivado a produzir. Lembrando que sempre que uma meta for atingida, outra deve ser estipulada.

  3. Ofereça treinamentos

    Para que qualquer pessoa se desenvolva, ela precisa aprender. Portanto, se o objetivo é tornar o funcionário Júnior, um funcionário Pleno, a empresa precisa oferecer treinamentos a ele.

Enfim, o segredo para desenvolver um funcionário Júnior é: mantê-lo motivado, mostrar a ele suas chances de crescimento na empresa e claro, dar oportunidades para que ele aprenda cada vez mais!

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: