Como promover a inteligência emocional nos colaboradores?

Ter inteligência emocional na vida profissional é essencial. Afinal, as emoções afetam diretamente a produtividade dos profissionais e os resultados que eles têm.

Contudo, uma grande dificuldade presente entre os gestores, é de saber como promover este controle e ciência emocional entre os colaboradores. Neste artigo vamos explicar mais sobre o assunto. Confira!

O que é a inteligência emocional?

Assim como as ações tomadas em uma empresa precisam ser gerenciadas, nossas emoções também precisam. Para isso, devemos contar com a inteligência emocional.

Ou seja, precisamos saber exatamente quais são as emoções que sentimos para gerenciá-las da melhor forma possível. Aliás, é exatamente isso que inteligência emocional significa.

Significa compreender sua própria emoção e saber geri-las e, além disso, saber lidar com as emoções e com os sentimentos das pessoas que estão a sua volta.

De acordo com Daniel Goleman, o conceito é:

“conjunto de habilidades que tornam capazes de identificar os nossos próprios sentimentos e os dos outros, de nos motivarmos e de gerir bem as emoções dentro de nós e dos nossos relacionamentos”.

Essas habilidades as quais Goleman se refere são importantes não só na vida pessoal, mas também na vida profissional. Elas são as seguintes:

  • Autoconhecimento;
  • Controle emocional;
  • Automotivação;
  • Reconhecimento de emoções em outras pessoas;
  • Habilidade em relacionamentos interpessoais.

Por que a inteligência emocional é importante no trabalho?

No trabalho estamos constantemente nos relacionando com as pessoas e tendo que lidar com nós mesmos. Por isso, a inteligência emocional no ambiente organizacional é fundamental.

Afinal, todas as habilidades listadas como parte dela, têm a ver com isso, seja nos relacionamentos com os outros ou no relacionamento consigo mesmo.

Por exemplo, numa empresa existem pessoas com crenças e formas de pensar diversas. Enquanto isso, a empresa também possui uma cultura organizacional própria.

Portanto, para que um bom relacionamento seja mantido entre os colaboradores e para que o trabalho flua sempre da melhor forma possível, é necessário saber usar muito bem a inteligência emocional. Assim, conflitos são evitados e os trabalhos são desenvolvidos com mais eficácia.

Como promover a inteligência emocional nos colaboradores da empresa?

Como mencionamos antes, Goleman definiu um conjunto de habilidades que caracterizam a inteligência emocional. Sendo assim, para desenvolvê-la nos colaboradores é preciso promover também, o desenvolvimento dessas habilidades citadas.

Pensando nisso, elencamos as principais dicas para promover o desenvolvimento delas, Confira!

1. Promova o autoconhecimento

O autoconhecimento é a capacidade que uma pessoa tem de se compreender por completo. Algumas das formas de promover o autoconhecimento é aplicando dinâmicas em grupo, testes de habilidades profissionais e interpessoais e até mesmo, dando feedbacks.

Além disso, é importante sempre frisar para os colaboradores a importância deles prestarem atenção em seus atos e a forma a qual eles se comportam perante as outras pessoas. Afinal, o autoconhecimento é uma habilidade imprescindível para quem quer desenvolver a inteligência emocional.

2. Conheça as características dos colaboradores

Conhecer bem os colaboradores da empresa também é fundamental para ajudá-los a desenvolver a inteligência emocional. Afinal, cada pessoa possui uma personalidade própria e, consequentemente, cada um percorre um caminho próprio para se autoconhecer e desenvolver o controle emocional.

3. Incentive uma comunicação eficaz

A comunicação faz parte do dia a dia. Porém, nem sempre as pessoas se expressam da maneira que deveriam. O ideal seria uma comunicação clara, horizontalizada, respeitosa e objetiva, ou seja, uma comunicação eficaz.

Essa dica é essencial no desenvolvimento da inteligência emocional, pois ela ajuda na habilidade em relacionamentos interpessoais e no reconhecimento de emoções nos outros. Para isso, é preciso saber ouvir além de falar e se expressar bem.

A inteligência emocional deveria ser desenvolvida em todos os ambientes. Na organização não é diferente, afinal, somente assim, a empresa conseguir obter os melhores resultados e manter um clima organizacional saudável.

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email:

admissão