e-Social Simplificado tudo o que você precisa saber

e-Social Simplificado: tudo o que você precisa saber

Se você der uma pesquisada pelo nosso blog, vai conferir diversos artigos falando sobre produtividade, digitalização e sistemas que chegaram ao mercado para diminuir os erros humanos e garantir processos eficazes. Dito isso, o e-Social Simplificado é a prova de que a evolução dos processos está dando certo. Confira o que é e o que muda no e-Social Simplificado. Boa leitura!

O que é e-Social?

Primeiramente saiba que o Sistema de Escrituração Digital das Obrigações Fiscais Previdenciárias e Trabalhistas (e-Social) é um sistema em uso desde 2018, com objetivo de facilitar a prestação de informações destinadas ao cumprimento de obrigações exigidas pelo Governo Federal. Esse mecanismo digitalizou o processo e diminuiu os erros humanos, aumentando a produtividade.

Em outras palavras, o e-Social serve para unificar as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais — reduzindo os esforços burocráticos exigidos pelos profissionais de RH.

O que é e-Social Simplificado?

Agora que você já sabe o que é o e-Social, está na hora de saber o que é o e-Social Simplificado. No final de 2020, o Governo Federal anunciou o e-Social mais moderno, criado para facilitar as etapas do processo de envio de informações. Ou seja, o e-Social Simplificado.

O novo sistema, que está previsto na Lei nº13.874/19, foi oficializado em 23/10/2020. Sua criação teve parceria com empresas e entidades representativas de diferentes categorias profissionais, como Sebrae, Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e outros.

Sua função é auxiliar as empresas na comunicação com o Governo, informando sobre tudo que se passa com os funcionários da corporação, desde as questões administrativas de RH até as áreas de Medicina e Saúde Ocupacional.

Importante ressaltar que é pelo e-Social que as empresas devem enviar o Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) de seus colaboradores, ou seja, os exames admissionais, demissionais e periódicos, que comprovam a boa saúde e a capacidade dos trabalhadores de executarem suas funções.

Além disso, também é necessário enviar a Comunicação de Acidente de Trabalho (CAT) pelo e-Social Simplificado, motivos de ausências, saídas de férias, licença-maternidade, licenças-saúde, e outras.

O que muda no e-Social Simplificado?

Segundo o Governo Federal, o novo sistema possui um leiaute atualizado — estrutura de dados. Ou seja, dados oficiais já constatados de outros banco de dados não serão mais solicitados, reduzindo a quantidade de informações e facilitando o preenchimento. Além disso, as regras do sistema permitem mais agilidade no uso e menos erros.

Resumidamente, o e-Social Simplificado é uma versão otimizada do e-Social. Sua proposta é facilitar o trabalho dos profissionais que precisam declarar mensalmente informações importantes. Essa nova versão já está em vigor, e a principal mudança percebida é a redução de informações que precisam ser enviadas pelos usuários.

Quer tornar seu trabalho ainda mais simples? Baixe o e-Social Simplificado pelo aplicativo mobile.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙.

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: