Espírito colaborativo o que é e como fortalecer

Espírito colaborativo: o que é e como fortalecer?

O espírito colaborativo de um time é a chave para o seu sucesso. Com certeza você já ouviu falar que duas cabeças pensam melhor do que uma, não é mesmo? Isso porque é por meio da diversidade de ideias que trazemos inovação para o nosso time e podemos avançar em nossos projetos.

Essa tendência não está apenas no back-office do mundo corporativo. Empresas, principalmente startups, usam do espírito colaborativo para que os clientes auxiliem na criação dos seus produtos. É muito mais fácil saber se o que estamos fazendo está agradando quando perguntamos diretamente para a fonte, não é mesmo?

Neste artigo vamos abordar de uma forma mais geral o espírito colaborativo, focando mais nos benefícios para a interação do time, mas não deixando de lado outras aplicações que podem agregar ainda mais ao tema.

Vantagens da colaboração

Colaborar está cada vez mais em foco – e com motivos! Trazendo novamente o dizer popular aqui: duas cabeças pensam melhor do que uma. Ao invés de manter o perfil enviesado de uma pessoa – ou até de um time, ao colaborar com outros colaboradores e departamentos, você traz diversas vivências e pontos de vista para a conversa. 

Isso fomenta a criatividade do grupo, enriquece a conversa e abre espaço para ideias antes que eram difíceis de aparecerem na individualidade.

Essa pluralidade de ideias, estimulada pelo espírito colaborativo, diminui consideravelmente as chances de se cometer algum erro na elaboração do projeto ou resolução do problema. Isso porque, alguma imprecisão ou falha que uma pessoa não conseguiu identificar, certamente outro conseguirá perceber.

Como fortalecer o espírito colaborativo do seu time?

Manter o espírito colaborativo do seu time é desafiador, mas não impossível! A chave aqui é o exemplo e a consistência para colher resultados mais regulares no futuro.

Mostre o poder da pluralidade de ideias

Sempre que alguma solução ou ideia vier de algum momento colaborativo, reforce! Às vezes o time está tão inserido nos debates que acaba não percebendo que a solução partiu de alguma parceria. Aos poucos você vai perceber que os próprios membros do grupo vão começar a identificar essas questões, até que o espírito colaborativo seja algo natural para eles. 

Crie metas para o grupo, não individuais

Metas individuais e de grupo possuem, ambas, vantagens para a empresa. Entretanto, se você deseja que as pessoas trabalhem em união, estipule metas que devem ser atingidas em conjunto. Importante fazer uma mediação próxima do time no início, para que não encarem as metas colaborativas como uma desculpa para “ficar no pé do colega” de uma forma não produtiva.

Crie um ambiente de confiança

Esta dica tem total relação com a anterior. Espírito colaborativo não é só elogiar, mas também apontar os erros do processo o quanto antes para que possam ser corrigidos. É papel da liderança fazer com que esses apontamentos sejam entendidos e feitos de forma produtiva – e não como uma maneira de prejudicar a carreira de algum membro do time.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: