LGPD no home office: saiba como proteger os seus dados

LGPD no home office: saiba como proteger os seus dados

A LGPD no home office é essencial para as empresas e traz segurança para os dados da corporação. Neste artigo você irá conferir algumas dicas para manter seus dados a salvo mesmo no trabalho remoto. 

Algumas corporações migraram de vez para o home office em 2021 e viram a produtividade dos seus colaboradores aumentar com a prática, além de diminuírem os custos do escritório. 

No entanto, diante desse cenário, fazer home office se tornou alvo de hackers, o que consequentemente prejudica as empresas e funcionários. Para esclarecer esse assunto vamos explicar como a LGPD no home office pode facilitar o seu dia a dia e trazer segurança para sua empresa. Leia a seguir!

O que é LGPD?

Em primeiro lugar você precisa entender que LGPD é a sigla para Lei Geral de Proteção de Dados do Brasil e foi sancionada em agosto de 2018 com objetivo de estabelecer regras sobre coleta, armazenamento, tratamento e compartilhamento de dados pessoais. Ou seja, a lei oferece mais proteção e penalidades para o não comprimento. 

Além disso, a LGPD no home office e dentro do ambiente de trabalho é a garantia de que os dados da empresa estarão seguros, pois, a lei entrou em vigência integral em 2021 e impõe um padrão mais elevado de proteção e penalidades para o não cumprimento da norma. Para esclarecer, entende-se por “dados pessoais” toda informação relacionada à pessoa identificada ou identificável e por “tratamento de dados” toda ação que envolve dados pessoais, como: coleta, utilização, acesso, classificação, reprodução, armazenamento, controle de informação, processamento e outros. 

LGPD no home office: seguro e eficiente 

Posteriormente, podemos destacar umas das maiores preocupações das empresas: a conexão do computador com a internet. Certamente o meio veio para facilitar o nosso dia a dia, no entanto, também nos expõe a ameaças do mundo todo. Por outro lado, algumas ações podem ser tomadas referente ao roteador e rede que usamos.

1- Criptografar a rede usando uma VPN brasileira, que irá proteger e impedir ataques à rede. 

2- Proteger o roteador com configurações avançadas adotando medidas de segurança, como:

– Definir uma senha forte para a rede Wi-Fi. Escolhida sua senha, ela contará com a criptografia WPA2-AES.

– Evitar desabilitar o WPS. Essa função permite que haja conexões sem o uso de senhas, consequentemente aumenta a vulnerabilidade da rede e a deixa exposta a ataques. 

– Substituir o DNS padrão por um DNS seguro, como Cloudflare ou Google, aumenta a segurança.

– Usar um bom anti-vírus. 

– Utilizar uma ferramenta que faça uma varredura no computador que busque identificar arquivos com dados sensíveis e fácil de rastrear. 

Agora que você já sabe o que é LGPD e conhece algumas ações, seus colaboradores também podem participar dessas medidas com noções básicas de segurança LGPD no home office.

LGPD no home office: como seus colaboradores podem se proteger

Além de todas as dicas acima, é importante que você explique para sua equipe a relevância da LGPD no home office sugerindo passos simples, como: 

  • Bloqueio de tela sempre que não estiver mais usando o computador.
  • Evitar usar as mesmas senhas em todos os serviços.
  • Não salvar informações confidenciais no disco local do computador. 

Com todas essas medidas, trabalhar longe do escritório ou empresa pode gerar experiências enriquecedoras, além do mais a LGPD no home office, se bem aplicada, traz segurança para todos.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙  

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: