Modelo híbrido de trabalho

Modelo híbrido de trabalho: entenda como funciona

O home office já não é mais novidade para algumas empresas, ainda mais com a chegada  permanência da pandemia. Muitos negócios tiveram que se adaptar e aderir ao trabalho em casa, com isso o modelo híbrido de trabalho, ganhou espaço e virou tendência adotada pelas corporações.

Como esse é uma alternativa de trabalho, trouxemos informações relevantes sobre o tema e você poderá conferir no artigo a seguir.

O que modelo híbrido de trabalho?

Podemos dizer que o modelo híbrido de trabalho é quando o funcionário divide parte da sua jornada atuando na empresa e outra parte em estações remotas, como o home office. Ou seja, une o presencial e o remoto.

Esse formato permite que os colaboradores não fiquem de forma integral em casa e auxilia a maioria a evitar problemas com saúde mental, isolamento dos funcionários, queda na produtividade, falta de conexão com os líderes e subordinados.

No entanto, o modelo híbrido pode acarretar diversas economias para a empresa, por isso é indispensável fazer um modelo de gestão de pessoas adequado para a realidade de cada colaborador, atendendo demandas físicas e psicológicas para haver resultados positivos para a empresa.

Como funciona a jornada de trabalho no modelo híbrido?

O modelo híbrido de trabalho passou a ser utilizado pelas empresas recentemente, e ganhou espaço com a chegada da pandemia do Covid-19. Por isso, a Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) não trata sobre o trabalho híbrido, já que sua última reforma aconteceu em 2017.

No entanto, como a legislação não reconhece contrato de trabalho totalmente híbrido, nem seus direitos e deveres, algumas empresas – que tiveram que se adaptar ao formato – aderiram a documentos que registram o acordo entre as partes. Nesse registro há informações de horários das jornadas, serviços prestados, além de direitos e deveres do empregado e empregador. Posteriormente, esse documento é assinado e anexado ao contrato original, e segue sendo uma opção para a empresa estar de acordo com a lei.

Quais as vantagens do trabalho híbrido?

Muitas empresas e gestores tinham o mito de que o trabalho híbrido diminuiria a produtividade dos colaboradores, porém, um artigo de pesquisa da Microsoft sobre o impacto  da pandemia no desempenho das empresas na Europa, revelou que 82% dos líderes afirmaram que suas empresas estavam pelo menos tão produtivas quanto antes da pandemia.

Então, podemos listar a produtividade como uma vantagem para as empresas e funcionários que aderiram ao trabalho híbrido, a explicação para isso é que os colaboradores podem utilizar melhor o tempo, evitar deslocamentos em horários de picos, passam por menos interrupções que se estivessem no escritório, além de poder trabalhar nos horários que se sentirem mais produtivos.

Confira outras vantagens:

A felicidade dos funcionários também é outro ponto de destaque, já que a liberdade de poder trabalhar onde e quando quiser gera uma satisfação no colaborador. Além disso, os benefícios psicológicos contam a favor do profissional, por exemplo: estar na companhia do pet, poder se vestir informalmente, cozinhar e passar mais tempo com a família e em casa.

Porém, essa não é a realidade de todos os colaboradores, visto que o home office pode trazer isolamento e distrações para alguns profissionais. E para esses, o trabalho híbrido funciona bem melhor do que o 100% remoto, já que ao passar alguns dias no escritório retorna a colaboração e socialização entre os colegas de trabalho.

Custos reduzidos também caracterizam vantagens, pois a empresa economiza energia, internet, auxílio-combustível, vale-transporte e outros benefícios típicos do trabalho presencial.

Acima de tudo, se falarmos exclusivamente da pandemia, podemos categorizar como vantagem a segurança e o employer branding da empresa. A segurança, pois mesmo com a vacinação o distanciamento social ainda será mantido até que o nível de risco do vírus seja zero. E o employer brading, pois uma empresa que se preocupa com a saúde e o bem-estar dos seus funcionários desenvolve uma boa reputação entre os profissionais internos e externos.

Desvantagens:

Há algumas desvantagens no modelo híbrido que podem afetar a jornada de trabalho do colaborador. Sendo:

Síndrome de burnout: pode ocorrer um excesso de trabalho no modelo híbrido. Ou seja, o funcionário pode trabalhar mais horas e fazer intervalos menores, pois há a ideia de pôr estar trabalhando de casa precisa ficar disponível fora do horário comercial ou compensar trabalhando até mais tarde. A flexibilidade do trabalho possibilita ter pequenos momentos de lazer, e isso pode desencadear culpa, o que levará o profissional a ficar estressado.

Já a dependência da tecnologia também se enquadra como uma desvantagem, pois todos os funcionários que ficarem no modelo híbrido precisam ter acesso à internet, computadores e telefones para realizar seus trabalhos, independente da distância do escritório.

E, para finalizar, destacamos a formação de equipes à distância. No formato híbrido alguns funcionários podem se sentir deslocados dos que trabalham no espaço físico, visto que é difícil manter um relacionamento descontraído com eles. Nesse caso, o líder da equipe deve pensar em estratégias regulares que aproxime a todos, independente da distância geográfica.

Como adaptar a equipe para o modelo híbrido de trabalho?

Se a sua empresa migrou para esse formato de trabalho, entenda que há práticas capazes de adaptar as equipes para o modelo hibrido. São elas:

  • Treinamento e capacitação com programas educativos relacionados a produtividade e qualidade de vida;
  • Comunicação ampla e alcançável, como reuniões, happy hours, conversas descontraídas;
  • Cultura da empresa alinhada para fortalecer relações de trabalho e engajar os colaboradores.

Em resumo, o modelo híbrido tem muito a oferecer, tanto para funcionários como para a empresa. É um formato que veio para ficar, por isso é indispensável pensar em estratégias capazes de agregar experiências positivas em todos os envolvidos. 

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙

 

 

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: