O que dinâmica de grupo e como aplicar na empresa

O que dinâmica de grupo e como aplicar na empresa?

Todo processo seletivo tem a sua etapa de avaliação dos candidatos, seja testes individuais ou dinâmicas de grupo. No caso das avaliações em grupo, a alternativa que pode ser aproveitada tanto no recrutamento quanto nos treinamentos internos. Mas, você sabe como elaborar uma dinâmica de grupo e aplicá-la?

No texto a seguir abordaremos como funciona a dinâmica em grupo e os principais tipos. Se ficou interessado(a) no assunto, continue a leitura!

O que é dinâmica de grupo?

Primeiramente, entenda que dinâmica de grupo não é apenas uma ferramenta para recrutar e selecionar candidatos. A dinâmica de grupo consiste em avaliar as habilidades dos profissionais, por meio de testes que simulem a rotina do ambiente de trabalho.

Ou seja, seu objetivo é criar um ambiente leve e menos tenso, para que os candidatos possam agir naturalmente, e assim, suas reações serem avaliadas. Além disso, a dinâmica de grupo é uma etapa interessante para os recrutadores perceberem como aquele profissional lida com desafios, seus comportamentos e sua facilidade de trabalhar em equipe.

Como citado acima, as dinâmicas de grupo não são necessariamente usadas para recrutamento e seleção, elas podem auxiliar na integração dos novos profissionais, bem como proporcionar a imersão na cultura e valores da corporação.

Quais as vantagens da dinâmica de grupo?

As dinâmicas de grupo podem trazer diversas vantagens para a empresa. Por isso, listamos alguns exemplos para explicar como essa estratégia pode gerar excelentes resultados.

  • Melhoria no clima organizacional/ integração dos funcionários

Interligar as equipes, seja de diferentes setores, cria um clima organizacional mais agradável. Além de contribuir para a melhoria na entrega de dados e resultados. Outro ponto de destaque se dá ao fato de que os funcionários interagem mais, isso porque o principal objetivo é o relacionamento interpessoal.

  • Identificação de habilidades

Durante o processo de recrutamento é aplicado testes aos candidatos interessados, e a dinâmica de grupo é uma opção para os recrutadores analisarem as habilidades dos profissionais. Ou seja, como são aplicados testes que simulam situações reais da empresa, fica mais fácil de identificar o candidato que se destaca com as skills necessárias.

Como já citamos ao longo do texto, as dinâmicas de grupo são ótimas para treinamentos. Além disso, é interessante aplicá-las para entender quais habilidades faltam no colaborador e se elas podem ser desenvolvidas ao longo do tempo. Se for o caso, os treinamentos servem para aperfeiçoar essas competências.

Mas não é só isso. As dinâmicas podem servir para transmitir conhecimento, visto que podem ser apresentados exercícios simulados de conteúdos.

Quais são os tipos de dinâmica de grupo?

Separamos os principais tipos de dinâmicas que o RH pode aplicar em grupo. Confira.

  1. Apresentação: é importante conhecer os candidatos e tem duas formas de fazer esse tipo de dinâmica. O RH pode pedir que o profissional se apresente para todos os presentes ou que ele se apresente para um colega, que irá passar a informação para os demais.
  2. Integração: essa forma de dinâmica permite analisar o comportamento do candidato individual e em grupo, é interessante aplicar desafios que precisem ser solucionados sob pressão e necessitam da fala e escuta – assim você conseguirá perceber como o profissional trabalha em equipe.
  3. Relaxamento: essa opção de dinâmica serve para ajudar a equipe a relaxar e desestressar. São atividades mais lúdicas, que tornam o ambiente mais tranquilo e menos estressante. Ideal aplicar quando o grupo é muito frio e aparenta estar pouco à vontade.
  4. Quebra-gelo: as dinâmicas desse tipo servem para auxiliar na interação. Podem ser aplicados jogos ou brincadeiras que ajudam a descontrair o ambiente e aproximar as pessoas. É ideal para aqueles candidatos mais introspectivos, que raramente começam uma conversa.
  5. Simulação de vendas: nesse tipo de dinâmica os candidatos são divididos em grupos, e são avaliados os critérios de trabalho em equipe, divisão de tarefas e capacidade de escuta e expressão.
  6. Dramatização: a dinâmica consiste em distribuir um tema por grupo de situações que a empresa pode enfrentar. O objetivo é que a equipe desenvolva uma estratégia de negociação entre corporação e clientes. Assim, o avaliador consegue identificar as habilidades e funções de cada colaborador.

Como se faz uma dinâmica?

Já explicamos alguns tipos de dinâmicas que você pode aplicar na sua empresa. Ressaltamos que não há uma fórmula para aplicá-las, porém, listamos um passo a passo para te orientar nessa tarefa.

1º passo

Crie grupos pequenos de até 15 pessoas, no máximo.

2º passo:

Conheça os candidatos com a apresentação.

3º passo

Realize uma dinâmica específica referente ao trabalho. (siga os exemplos acima)

4º passo

Proponha dinâmicas criativas. São boas para perceber candidatos hiperativos ou com falta de concentração.

5º passo

Peça um feedback sobre a dinâmicas, e em qual etapa eles se sentiram mais à vontade.

O que avaliar durante uma dinâmica de grupos?

Durante as dinâmicas sempre há um candidato que se destaca dos demais. E é sempre bom entender quais fatores você deverá avaliar durante essas atividades. Confira algumas características:

  • Boa comunicação;
  • Criatividade;
  • Bom trabalho em equipe;
  • Respeito ao espaço do outro;
  • Assumir responsabilidades;
  • Propor soluções;
  • Capacidade de trabalho sob pressão;
  • Concluir as tarefas propostas no tempo.

Em resumo, podemos perceber que as dinâmicas de grupo podem acarretar diversas vantagens para a empresa, visto que ajudam na escolha correta do candidato ou aperfeiçoam as técnicas dos colaboradores.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email:

admissão