Recrutamento: quais erros devem ser evitados nesse processo?

Recrutamento: quais erros devem ser evitados nesse processo?

O Recrutamento pode ser definido como uma fase do processo de Recrutamento e Seleção que visa atingir uma certa quantidade de pessoas que possivelmente tenham o perfil para a vaga em questão.

Para isso são definidos alguns pré-requisitos que o futuro funcionário deve ter para ocupar o cargo. Por exemplo, podem ser definidos requisitos como idade, grau de escolaridade, período de experiência anterior, conhecimento em determinadas áreas, etc.

Provavelmente você já sabe como criar um processo de recrutamento. Mas você sabe o que não fazer nesse momento? Nesse artigo citamos os principais erros que não podem ser cometidos de maneira alguma na hora de recrutar um novo colaborador:

1. Não definir um processo de Recrutamento

O primeiro erro que não pode ocorrer em hipótese alguma, é deixar de estruturar e definir um processo antes de iniciar o Recrutamento. Afinal, se você busca candidatos realmente comprometidos para ocupar a vaga, você também deve ser.

O planejamento do processo deve incluir quais serão as etapas do Recrutamento, quais serão os prazos máximos para cada uma delas, que recursos serão utilizados, por qual meio os currículos deverão ser recebidos, quais serão os critérios de aprovação ou eliminação, entre outros pontos que você julgar importante.

É provável que ao estruturar o processo antes de iniciar, você elimine uma bela porcentagem de chances de erro, pois se algo sair do planejado será possível perceber no mesmo momento e agir rapidamente para evitar maiores prejuízos.

onboarding

2. Não deixar explícitas as informações da vaga

Inegavelmente, outro erro muito comum visto nos processos de recrutamento, é a falta de informações explícitas referentes à vaga para os candidatos.

O problema aqui, se dá pelo fato de que a falta de informações sobre a vaga pode trazer muitos profissionais fora do perfil requerido, ou até mesmo fazer com que os profissionais que realmente estão dentro do perfil desejado não se candidatem.

Seja como for, nenhum dos casos será benéfico nem para a empresa, nem para quem se candidatar. Pois ambos perderão tempo e despenderão de esforços desnecessários que poderiam ser evitados com uma simples ação do RH na hora de criar a descrição da vaga.

Para ilustrar melhor, alguns dos tópicos que devem ser abordados na hora do Recrutamento são as atividades que serão desenvolvidas pelo candidato aprovado, qual será o local de trabalho, quais competências a profissional deve possuir, o nível de escolaridade desejado, especificações a respeito de possibilidade de viagens ou obrigatoriedade de CNH, se o trabalho será em um escritório ou se será Home Office e quais são os benefícios que a empresa oferece.

3. Deixar de se preparar para a entrevista

Não adianta ter um planejamento completo do Recrutamento caso o recrutador não esteja preparado para executá-lo.

Para evitar problemas na contratação, a pessoa responsável pelo recrutamento precisa estar preparada para a entrevista. Isso inclui saber quais perguntas precisam ser feitas na entrevista, o que deve ser avaliado e, é claro, estudar o currículo do candidato para ter uma breve noção de quem é aquela pessoa.

Aliás, uma boa dica é pesquisar sobre o profissional que será entrevistado até mesmo além do currículo. Redes sociais como o Linkedin são excelentes para dar uma conferida.

4. Fazer o Recrutamento sem tempo suficiente

Assim como um processo de Recrutamento muito longo pode ser prejudicial, um processo muito curto e às pressas também pode trazer alguns contratempos.

A fim de encontrar o profissional ideal para ocupar o cargo para qual a vaga está aberta, cumpra todas as etapas do processo com o tempo adequado. Assim você evita contratar a pessoa errada, o que pode acarretar numa taxa de Turnover extremamente elevada caso ocorra com frequência.

Enfim, analisar as competências e o perfil de cada candidato antes de fazer a admissão de funcionários é fundamental para garantir que o novo colaborador tenha fit cultural e técnico com a empresa. Como consequência disso a imagem da organização será muito mais bem vista e o clima organizacional com certeza será muito mais agradável para todos.

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: