Teste de carreira: como aplicar com os funcionários?

Teste de carreira: como aplicar com os funcionários?

Você sabia que cada profissional e cada colaborador de uma empresa possui uma motivação própria para estar trabalhando em seu respectivo cargo? Isso quer dizer que nem tudo o que incentiva um colaborador a se manter produtivo, tem o mesmo resultado com os outros. Para entender melhor o que motiva cada um dos funcionários, nada melhor do que um Teste de Carreira!

Edgar Schein, quem criou o conceito de Cultura Organizacional, conseguiu, depois de realizar uma pesquisa, descobrir como encontrar o real motivador (ou “âncora de carreira”, como ele denominou) de cada pessoa com um simples teste de carreira que pode ser aplicado com os funcionários da empresa. Quer saber mais? Continue lendo.

O que são âncoras de carreira?

Âncoras de carreira são os pilares que fazem os colaboradores tomarem decisões a respeito de suas vidas profissionais. Ou seja, é o que os motiva a permanecer ou não em uma carreira. Quem criou esse conceito foi Edgar Schein, Ph. D. em Psicologia Social na Universidade de Harvard.

Embora criado em 1970, ainda é válido e faz sentido na atualidade. Em resumo, cada pessoa possui prioridades profissionais, podendo ter mais de uma âncora. Além disso, a intensidade também pode variar de acordo com a atual realidade do profissional.

Segundo Schein, existem 8 âncoras que podem ser descobertas no teste de carreira também criado por ele, são elas:

  1. Competência técnico-funcional: quem tem essa âncora como prioridade busca sempre evoluir na competência técnica que tem. Ou seja, quer sempre se desafiar a aprender mais na carreira que é especialista.
  2. Competência administrativa geral: por outro lado, esses profissionais estão focados em atingir altos níveis na empresa. Seu foco é a liderança, e não o conhecimento específico em determinada área.
  3. Autonomia: aqui, o profissional tende a querer autonomia e liberdade de trabalhar fazendo seus próprios horários e optando por suas próprias escolhas, sem que ninguém “mandando” em seu trabalho.
  4. Segurança e estabilidade: o trabalhador que tem essa âncora como motivação, opta por empregos que ofereçam estabilidade. Isso porque eles gostam de saber exatamente onde estão pisando e onde podem chegar.
  5. Criatividade empreendedora: pessoas com mentes criativas que buscam criar novos negócios, soluções e empreendimentos, tendem a ter esta como uma de suas âncoras profissionais.
  6. Dedicação a uma causa: o profissional que possui essa âncora tende a trabalhar em empresas com os mesmos valores que o seu. Geralmente são valores que visam uma causa humanitária, ambiental, social ou algo do tipo.
  7. Desafio: pessoas que gostam de desafios e gostam de se manter sempre provando que são capazes de conquistar e resolver qualquer coisa, são as que possuem o “desafio” como âncora profissional.
  8. Estilo de vida: essa âncora está presente em pessoas que querem manter um estilo de vida agradável e que seja compatível com a vida profissional. Ou seja, a qualidade de vida e de trabalho precisam estar atreladas.

Para saber qual dessas âncoras está presente nos profissionais que trabalham na sua empresa, basta aplicar o teste de carreira desenvolvido por Edgar. Vamos falar dele a seguir.

Como aplicar o teste de carreira?

Agora que você sabe como pode funcionar a motivação para cada profissional, vamos falar sobre o teste de carreira a ser aplicado. Primeiramente você precisa explicar para os colaboradores o motivo de estar aplicando o teste. Deixe claro que a empresa está buscando entendê-los melhor para que o ambiente organizacional se mantenha saudável.

O teste de carreira desenvolvido por Edgar Schein se baseia em algumas perguntas as quais devem ser respondidas com notas de 1 a 6. Então, ao final do questionário é feita uma somatória e, com base no resultado, é possível concluir qual ou quais são as âncoras de carreira do profissional.

Para facilitar deixamos aqui, um link com um o teste já pronto para ser aplicado. Basta usá-lo com os colaboradores ou adaptar para a forma que for melhor aí na empresa: Teste de Âncora de Carreira.

Conforme mencionamos anteriormente, essas âncoras podem mudar de acordo com a realidade e o momento da vida que o profissional está passando. Portanto, o ideal é que esse teste de carreira seja reaplicado depois de um determinado período de tempo.

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: