Busca booleana: o que é e como usá-la

Busca booleana: o que é e como usá-la

É comum que quando falamos sobre Recrutamento e Seleção pensemos nos processos tradicionais que envolvem divulgar a vaga e esperar o candidato interessado. Mas, os tempos estão mudando e a tecnologia nos traz processos ainda mais estratégicos e rápidos. A busca booleana é um deles. 

Neste artigo iremos abordar o que é  abusca booleana e como ela ajuda o RH a encontrar o candidato ideal para a empresa. Boa leitura!

O que é busca booleana?

Com certeza você conhece e utiliza a pesquisa do Google – a maior ferramenta de busca online disponível. Sendo assim, quando temos uma pergunta, basta usar os termos e as palavras-chave e temos as respostas. 

Em resumo, a busca booleana é isso. Ela ajuda na caça de perfis de candidatos através de palavras-chave com operadores ou modificadores, como AND, NOT e OR e apresenta resultados mais relevantes e específicos. Ou seja, ela é uma ferramenta que ao ser aplicada de maneira correta gera uma variedade de operações de pesquisa e consequentemente uma lista de resultados e informações detalhadas sobre os candidatos conforme os critérios estabelecidos. 

A busca booleana é uma ótima opção para quem quer economizar tempo, já que é um recurso que oferece precisão. É uma opção na hora de recrutar novos profissionais, pois determina qual profissional se encaixa melhor na descrição da vaga em um curto período. 

Além disso, a busca booleana é uma ótima aliada para o RH que possui um grande número de candidatos e um banco de talentos, ou precisa buscar aquele profissional com habilidades e conhecimentos específicos. 

Quais são os operadores da busca booleana?

Em primeiro lugar, você precisa entender que para fazer a pesquisa é necessário planejar a busca estrategicamente e saber quais os pontos do profissional você irá priorizar, assim como os que podem ser melhor detalhados. Uma dica é usar palavras-chave relacionadas à oportunidade e as exigências da empresa.

Depois disso, é interessante incluir na pesquisa empresas que atuam de maneira similar e colaboradores que possam ter o fit cultural da sua empresa. E não esquecer do mais importante, ter uma proposta mais atrativa para que ele deixe o trabalho atual. Em resumo, o ideal é que você especifique requisitos, cargo e empresas. 

Agora que você já entendeu o conceito da busca, vamos explicar sobre os operadores. 

AND ou E 

Esse operador é utilizado para restringir uma pesquisa. É semelhante à expressão “com todas as palavras”. Nesse caso, todos os resultados exibidos precisam conter um tempo e outro, por exemplo, ao buscar “Analista AND PR”, você terá acesso aos profissionais que trabalham no cargo na cidade do Paraná. 

OR ou OU 

Já esse operador é utilizado para ampliar a busca e significa “com qualquer uma dessas palavras”. Ou seja, os resultador apresentados poderão conter um termo ou outro e não necessariamente os dois. Por exemplo: “Marketing ou Publicidade”, você terá como resultado os profissionais de ambas as formações. 

NOT ou NÃO

E por último, o NOT significa “sem a(s) palavra(s)” e serve para excluir um dos termos da pesquisa. Ou seja, delimita as palavras que não devem aparecer nos resultados. Exemplo: “Publicidade NOT Jornalismo”, a busca apresentará apenas os profissionais formado em Publicidade e Propaganda.

Variações 

  • Uso das aspas para palavras compostas “ ”

Ao fazer a pesquisa e utilizar em um termo as aspas, os resultados irão conter a frase exata que foi inserida na busca. Essa é uma estratégia para buscar pessoas que possam ter um título com mais de uma palavra ou quando querendo agrupar palavras específicas. Por exemplo, ao buscar “Analista de Recursos Humanos”, estamos pesquisando apenas pelos profissionais que atuam na área de RH. 

  • Uso dos parênteses para agrupamento ()

Os parênteses são utilizados em pesquisas mais complexas, pois ao utilizá-los torna a busca mais clara para o mecanismo. Logo, ao pesquisar “programador AND (sênior OR pleno)”, estamos buscando um profissional com o nível pleno ou sênior. 

Busca booleana X Recrutamento tradicional 

Como citamos no início do texto, o recrutamento de profissionais da forma tradicional se dá pela divulgação da vaga e espera do candidato interessado, porém, com a busca booleana essa prática fica mais ativa, também chamado de hunting, que é quando o RH vai atrás dos profissionais e apresenta a oportunidade com uma proposta. 

No formato tradicional, nem sempre divulgar a vaga traz o candidato mais capacitado, visto que muitos não estão a procura de uma nova colocação. Ao inverter a estratégia e buscar ativamente, você consegue o profissional talento do mercado de trabalho e uma contratação mais assertiva. 

Uma dica para realizar a busca ativa é pesquisar no LinkedIn, seguir os passos da busca booleana que já explicamos aqui e analisar com cuidado os resultados. 

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: