Processo seletivo inclusivo saiba porque fazer na sua empresa

Processo seletivo inclusivo: saiba porque fazer na sua empresa

Um processo seletivo inclusivo é a porta de acesso para grupos minoritários e concede a oportunidade de profissionais de diferentes gêneros, cores de pele, sexualidade, idade e outros de ingressarem no mercado de trabalho com as mesmas condições. Além de justo é uma ação indispensável para as empresas que querem alcançar a efetiva diversidade.

Neste artigo iremos das dicas de como você pode realizar um processo seletivo inclusivo e quais os benefícios dessa ação para a empresa. Boa leitura.

O que é recrutamento inclusivo?

Em resumo, o processo seletivo inclusivo é a forma de montar uma equipe com base nas diversidades deixando os preconceitos de lado e investindo em uma imagem mais democrática e consciente perante a sociedade.

Qual a importância do processo seletivo inclusivo para as empresas?

Como citado no início do texto, o recrutamento inclusivo é uma forma de oferecer as mesmas condições de trabalho para grupos minoritários, mas essa iniciativa vai muito além. Empresas que investem em diversidade no quadro de funcionários passam a gerar mais valor e interesse do público pelas suas atividades.

A maior vantagem da inclusão de diferentes profissionais é a troca de experiências que se cria ao longo da jornada de trabalho. Ou seja, colaboradores de diferentes idades, interesses, conhecimentos e culturas podem agregar muito mais valor as ideias e colocá-las em prática de diversas formas, tornando os processos mais dinâmicos e criativos.

Como criar um processo seletivo mais inclusivo?

Primeiramente você precisa entender que fazer um processo seletivo inclusivo não te dá o título de ter uma empresa inclusiva. É muito mais que isso. A sua organização precisa dar as mesmas oportunidades internas, desenvolver e aplicar o conceito de diversidade no meio corporativo. Ou seja, é preciso criar um ambiente totalmente livre de preconceitos.

Além disso, é preciso ter empatia com os candidatos, pois muitas vezes quando são homossexuais ou transexuais, têm vergonha em se expor. O mesmo acontece com profissionais com deficiência (chamados de PCD). Por isso, é essencial que a empresa tenha um espaço organizacional seguro e acolhedor para que as pessoas sintam a vontade de falar e possam ser quem são sem medo de julgamentos.

Separamos algumas dicas para te ajudar a inciar o processo de recrutamento inclusivo na sua empresa. Acompanhe!

1. Divulgação das vagas 

Você precisa certificar-se que as vagas anunciadas pela sua empresa estão chegando a diversos profissionais. Muitas vezes a ausência de diversidade está associada ao fato de que o anúncio não chega em diferentes lugares, consequentemente, apenas os mesmos círculos de profissionais criam conhecimento sobre elas.

Uma dica é utilizar as redes sociais como divulgação e investir em uma arte que reflita o interesse pela diversidade.

2. Formas de entrevista

Outra forma de se fazer inclusão é gerir o recrutamento às cegas. Nesse caso, não há nenhum tipo de uso de videoconferência ou de imagem do colaborador. Outra forma de se avaliar o profissional é retirando os dados pessoais dos cabeçalhos dos currículos. Sendo assim, os documentos são apresentados aso gestores sem essas informações e a análise dos currículos é feita de maneira imparcial.

3. Revise seus espaços 

É fundamental que os espaços corporativos sejam convidativos para os diversos profissionais. Ou seja, sua empresa precisa ter um espaço de mobilidade e a acessibilidade de pessoas com deficiência física, além disso, é preciso oferecer ferramentas que auxiliam na adaptação de prestação de serviços de pessoas com deficiências diversas – que não se limitam a física.

E para finalizar, não basta ser diverso, você precisa provar que é. A representatividade é importante, por isso é preciso que os cargos de gestão reflitam essa diversidade também.

Em resumo, a diversidade é uma oportunidade para as empresa e profissionais e têm sido um debate com grande alcance no mercado de trabalho. O público espera uma postura da empresa que demonstre inclusão, independente da raça ou gênero.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email:

admissão