Segurança Psicológica: saiba como implantar na sua empresa

Segurança Psicológica: saiba como implantar na sua empresa

Provavelmente, na sua trajetória de trabalho e até de ensino, você já passou por um momento em que ouviu o discurso de alguém, mas ficou com dúvidas. Achou essas dúvidas bobas ou ficou com vergonha de perguntar e parecer “burro”. Por fim, decidiu ficar quieto e guardar a dúvida para você. Essa é uma situação comum em um ambiente que não é seguro psicologicamente.

A segurança psicológica diz respeito a um ambiente, seja ele de trabalho, social ou de estudos, em que o indivíduo sente-se à vontade para falar, perguntar e se expressar em geral. Ele sente que, mesmo que cometa um erro, ou tenha uma dúvida simples, não será julgado pelos outros em sua volta ao falar sobre. 

Uma das principais pesquisas na área da Segurança Psicológica foi feita pelo Google e publicada no New York Times. A gigante da tecnologia analisou suas equipes para tentar identificar padrões de sucesso. Dentre esses padrões, o que mais se destacou foi justamente a segurança psicológica, sendo um fator desencadeador de alto desempenho no trabalho

Além disso, existem outros estudos na área que também apoiam o desenvolvimento da segurança psicológica no ambiente de trabalho. Eles mostram que há uma relação direta entre locais seguros psicologicamente e maiores índices de engajamento, bem-estar, criatividade e retenção de talentos

A seguir, saiba mais sobre esse termo e como desenvolvê-lo na sua equipe ou empresa.

Aspectos da Segurança Psicológica

Existem 4 aspectos principais de um ambiente de trabalho seguro psicologicamente: 

  • Se expressar: indivíduos da equipe se sentem seguros em se expressar, expor ideias etc.;
  • Aprender: os indivíduos da equipe sentem-se seguros para fazer perguntar e tomarem riscos, além de aprender com seus erros;
  • Interagir: os membros da equipe sentem-se à vontade para pedir ajuda, receber feedbacks e terem conversas entre si;
  • Pertencer: a equipe sente-se apoiada e valorizada, sabendo que não será prejudicada deliberadamente. 

Aqui fica muito claro do porque um ambiente que promove essa segurança é um local que promove mais ideias: quando as pessoas se sentem seguras para falar, questionar e conversar, mais aprendizados são levados para toda a equipe de trabalho. 

Os benefícios vão além do bem-estar da equipe, como vimos na pesquisa do Google, um ambiente com segurança psicológica afeta até mesmo o desempenho no trabalho. Durante a pesquisa, o Google observou que equipes de vendas com ambientes não seguros tinham desempenho de cerca de 19% abaixo da meta. Já as equipes seguras, superavam suas metas de vendas em 13%. 

Como medir a segurança psicológica da sua empresa ou equipe

Para medir a segurança psicológica na sua empresa ou na sua equipe, é preciso realizar uma pesquisa com os colaboradores. Veja a seguir algumas perguntas que podem ser realizadas na pesquisa: 

  1. Posso assumir riscos perante minha equipe? 
  2. Se eu cometer um erro, serei julgado pela equipe ou meu gestor? 
  3. Percebo se a equipe julga ou rejeita aqueles que são diferentes?
  4. Eu me sinto à vontade em pedir ajuda para a equipe? 
  5. Me sinto à vontade para fazer perguntas e trazer novas ideias? 
  6. Alguém da equipe poderia me sabotar? 
  7. Há respeito entre as pessoas da equipe? 
  8. Existe um canal eficiente e anônimo para fazer reclamações sobre as relações entre os membros da equipe? 

A partir das respostas, você poderá analisar quais são os gaps que precisam ser trabalhados e melhor desenvolvidos no ambiente de trabalho. 

Como criar segurança psicológica no ambiente de trabalho

De acordo com a pesquisadora Amy Emondson, que cunhou a primeira definição do termo segurança psicológica, existem três atitudes que as lideranças devem levar para incentivar sua equipe e ter um ambiente mais seguro: 

Falhas são permitidas no ambiente de trabalho [t3]

Errar faz parte da vida! E é claro que no trabalho isso também vai acontecer. O planejamento para minimizar as falhas é importante sim, mas ele não irá impedir que os erros venham a acontecer. Uma equipe que sabe lidar com essa possibilidade tem mais confiança e empatia entre si. 

O trabalho é um processo de aprendizado [t3]

Quando um problema ocorre, toda equipe precisa saber o que está acontecendo. Isso porque a resolução deste problema será uma oportunidade de aprendizado para todos, e não apenas uma pessoa tentando apagar um incêndio. 

O gestor é responsável por atiçar a curiosidade da equipe [t3]

A liderança deve ser questionadora, gerando insights para a equipe e desenvolver o pensamento. Um gestor não é autoridade máxima no conhecimento ou na ação, e sim alguém que promove o diálogo entre todos. 

Malefícios de um ambiente não seguro psicologicamente

É preciso proatividade por parte da empresa e dos gestores em levares práticas da segurança psicológica para o dia a dia de trabalho. Se não houver esse esforço, o ambiente tende a ser não seguro, causando diversos malefícios, como: 

  • Maiores chances de fracassos em projetos; 
  • Equipes desmotivadas e com baixa produtividade; 
  • Pouco ou nenhum aprendizado em equipe; 
  • Falta de atualização dos processos; 
  • Má fama da empresa que pode acabar sendo vista como um lugar ruim para se trabalhar.

É importante reforçar que tratar a segurança psicológica como sinônimo de “ser legal” ou de ser apenas mais um termo do universo do trabalho, é algo errado! É preciso ter o conceito claro entre os trabalhadores da equipe, para que todos tenham empenho em levar isso em frente.

— 

Por hoje é isso! Espero que você esteja pronto para levar a segurança para seu trabalho e transformá-lo em um ambiente melhor. Para saber mais dicas incríveis do mercado de trabalho, fique atento aos nossos canais: assine nossa newsletter e entre em nosso canal do Telegram: Eu Amo RH

Até o próximo artigo! <3  

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email:

admissão