Código de conduta: por que ele deve existir?

Código de conduta: por que ele deve existir?

O código de conduta de uma empresa é como o espelho dos valores que a regem. Ou seja, ele define todas as regras, orienta como determinadas ações devem ser a executadas, estabelece uma forma de agir e deixa claro quais são os princípios da organização.

Além de manter todos os colaboradores alinhados e trabalhando em harmonia com uma cultura organizacional fortalecida, o código de conduta pode trazer outras vantagens para a empresa. Para entender mais o que é um código de conduta e como elaborar um, continue nesse post!

O que é código de conduta?

O código de conduta é um conjunto de regras éticas que rege e orienta as ações de todos os colaboradores dentro de uma empresa. Isso quer dizer que o código estabelece as normas empresariais para que todos saibam exatamente como agir.

Ele funciona então, como uma ferramenta para que toda a filosofia da empresa seja divulgado, facilitando assim, o entendimento da cultura organizacional, da missão, da visão e dos valores da organização.

Esse código é usado, não apenas para os funcionários antigos. Pelo contrário, ele deve sempre ser disseminado e, inclusive, é importantíssimo na hora da admissão de novos funcionários, já que pode ser usado para identificar se existe fit cultural.

Além de poder ser usado como uma ferramenta cultural na empresa, o código de conduta também serve para que ela se apresente ética, social e ambientalmente ao mercado, deixando explícito para clientes, concorrentes e investidores quais são seus princípios.

Por que ele é importante?

A importância do código de conduta se dá por conta de alguns impactos positivos que ele traz para qualquer organização. Veja:

Com o mercado competitivo como é hoje, é importante que a empresa se posicione perante os concorrentes e consumidores. O código de conduta cumpre muito bem esse papel e faz com que ocorra uma melhoria na imagem da organização.

Além disso, o código permite que o comportamento dos colaboradores e a forma de se relacionar entre si e com os outros de fora da empresa seja padronizada, facilitando a comunicação interna e externa. E também, com o código é muito mais fácil identificar possíveis desvios de comportamento entre os trabalhadores.

Outro ponto muito importante de lembrar, é que a imagem da empresa fica fortalecida perante os clientes internos e os clientes externos. Como consequência disso, o processo de seleção de novos funcionários corre com mais naturalidade.

Como elaborar um código de conduta?

 

  1. Reúna os tomadores de decisão

    O primeiro passo para elaborar um código de conduta, é reunir as pessoas da empresa que tenham algum poder de decisão e influência para decidir o que vai ser incluído ou não no código. Por exemplo, o CEO, o gerente de RH, o setor jurídico da empresa, entre outros que forem necessários.

  2. Elabore o conteúdo em conjunto

    Depois de reunir essas pessoas, discutam juntos quais são os valores e princípios que não podem deixar de serem colocados no código. Lembrando que o conteúdo deve abranger os princípios em relação aos colaboradores, aos clientes, aos fornecedores, aos acionistas, aos candidatos de processos seletivos, à mídia, à fiscalização e ao meio ambiente.

  3. Divulgue o código de conduta

    Depois de discutido o conteúdo do código, basta compilar tudo em um documento e depois, publicar e divulgar. Aliás, não se esqueça de garantir que todos terão acesso e que o código sempre estará atualizado!

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: