Rotinas trabalhistas de fim de ano: conheça todas que sempre acontecem!

Todos os meses o RH precisa lidar com diversos processos, e as rotinas trabalhistas de fim de ano podem ser ainda mais intensas.

Afinal, no mês de dezembro além dos salários, benefícios, contas do escritório e outros, temos também o 13º salário para pagar, a festa da firma, bônus… Enfim, as rotinas trabalhistas de fim de ano são diversas.

Por isso, continue lendo para entender melhor sobre elas!

13º Salário

A mais popular das rotinas trabalhistas de fim de ano para todas as pessoas, não só para os gestores, é o 13º salário. Afinal, esse é o pagamento que muitas famílias ficam aguardando para poderem fechar as contas.

Assim, lembre-se que o 13º salário pode ser dividido em duas parcelas, sendo a primeira paga até o início de dezembro. Importante se atentar as datas para não sofrer multas que chegam a R$ 170 por atraso.

Folha de pagamento

Como todos os meses, as rotinas trabalhistas de fim de ano também incluem a folha de pagamento,, GPS, SEFIP, DARF e envio CAGED.

Importante notar que os pagamentos precisam ser provisionados e pagos em dia. Dessa forma, a empresa se livra de multas e juros por atraso. Assim, vise sempre ter em fácil acesso as contas a vencer.

No final do ano algumas empresas costumam fazer pagamentos de bônus, gratificações ou dar brindes por motivo de performance. Logo, o RH terá mais essa tarefa para lidar no mês de dezembro.

Férias

Fim de ano e muitos sonham com tirar férias para aproveitar o Natal e a virada do ano com a família e amigos.

Não é regra conceder férias no final do ano, mas algumas empresas — que possuem um modelo de negócio que permite — acabam até concedendo férias coletivas. Logo, isso precisa também estar na lista de tarefas do RH.

Confraternização

Final do ano é uma época festiva. Assim, dentro das rotinas trabalhistas de fim de ano temos também a organização da famosa confraternização.

Há diversas festas que as empresas acabam fazendo, como as tradicionais festas natalinas, de ano-novo e as de resultados. 

Porém, apesar de parecer um gasto desnecessário e muito trabalho para nada, saiba que as festas de empresa ajudam muito na integração e fortalecimento da cultura organizacional.

Banco de Horas

Por fim, o cálculo de banco de horas é sempre presente nas rotinas trabalhistas de fim de ano. Aliás, diversas empresas, por conta de acordos coletivos, precisam finalizar o ano com o banco de horas zerado.

Ou seja, o RH no mês de dezembro precisa garantir que os funcionários façam a compensação de horas para encerrar com ele no zero ou o mais próximo disso.

Contratações temporárias

Nos meses de novembro e dezembro, por conta das festividades e promoções (como black friday) cresce muito a demanda e surge a necessidade de trabalhadores temporários.

Logo, as rotinas trabalhistas de fim de ano também são marcadas pelos contratos temporários de trabalho. Assim, o RH precisa ir atrás desses colaboradores para atender a demanda e lidar com todos os trâmites envolvidos.

Não sabe ainda como funciona o contrato temporário? Então, clique aqui e entenda agora sobre o trabalho temporário e suas vantagens.

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email:

admissão