Liderança no trabalho híbrido: quais os desafios para a gestão?

Liderança no trabalho híbrido: quais os desafios para a gestão?

Nós temos certeza que quando a pandemia chegou e as empresas tiveram que migrar para o home office e modelo híbrido de trabalho você se perguntou: será que vai dar certo? Como fazer uma gestão remota e ainda garantir resultados e entregas? Como será a liderança no trabalho híbrido? Sabemos que foi e está sendo um desafio atrás do outro.

Por isso, neste artigo falaremos como você pode fazer uma boa liderança no trabalho híbrido e superar as dificuldades que esse novo modelo oferece. Boa leitura!

O que é trabalho híbrido?

O modelo híbrido é aquele que permite o funcionário cumprir sua jornada de trabalho presencialmente, indo até à empresa, e à distância, sendo em casa ou no local que achar adequado para cumprir suas demandas. Ou seja, é uma forma de combinar a atividade presencial com o home office.

Nesse formato de trabalho o profissional tem a possibilidade de fazer escalas, por exemplo, trabalhar dois dias presencial e o restante no modelo home office, ou vice-versa. Os critérios são estabelecidos conforme a estratégia implantada pela equipe.

Quais as vantagens e desvantagens do trabalho híbrido?

Contudo, há vantagens e desvantagens nesse modelo. E os pontos positivos que podemos destacar são: melhoria na qualidade de vida do profissional, que significa menos absenteísmo nas organizações, flexibilidade no trabalho, redução de custos, a retenção e atração de talentos. 

Por outro lado, como pontos negativos, podemos destacar a dificuldade na gestão de pessoas e na gestão de tempo — por conta da distância. Com os funcionários, metade no formato home office, metade no modelo híbrido, ficou mais desafiador para a gestão se comunicar de forma eficiente e igualitária.

Além disso, é essencial que a gestão esteja mais próxima do funcionário, dando 100% de suporte para aqueles que não se adaptaram tão bem ao novo formato. É preciso também garantir o cumprimento de horários, isso é importante para que o colaborador consiga diferenciar suas obrigações do trabalho com as obrigações do lar.

Acima de tudo, é preciso investir em uma política clara, alinhar as expectativas e ter uma boa comunicação, além de contar com o auxílio da tecnologia e de sistemas em nuvem para que a transição seja feita da melhor forma possível.

Como fazer uma boa liderança no trabalho híbrido?

É um desafio para todo líder trabalhar com seus funcionários no modelo híbrido, porém separamos algumas dicas para você conduzir esse processo com maior facilidade. Confira!

  • Faça reuniões regulares e ouça seus colaboradores. Busque entender como eles se sentem e como está seu desempenho.
  • Crie uma rotina para essas reuniões, de preferência no mesmo horário e dias da semana. Se for necessário algum tipo de treinamento, formação de equipes ou novos projetos opte por uma reunião presencial.
  • Deixe a câmera frequentemente aberta durante as reuniões.
  • Faça reuniões objetivas e úteis, por isso planeje o que será falado e o tempo que cada profissional terá para concluir as taregas delegadas.
  • Estimule a confiança entre os membros da equipe, assim os conflitos, engajamento e produtividade não serão abaladas, e, consequentemente, não haverá aumento no absenteísmo e outros problemas que prejudicam a empresa.

Em resumo, é importante focar na comunicação e certificar-se de que ela está clara para todos os profissionais. Manter o time unido é essencial para uma boa liderança no trabalho híbrido.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! <h1> O que é e como formar uma equipe multidisciplinar? </h1>

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email:

admissão