RH do futuro: saiba as tendências que irão impactar o setor

RH do futuro: saiba as tendências que irão impactar o setor

Há algum tempo que o setor de RH vem se aperfeiçoando e tem deixado de ser apenas um departamento de recrutamento e seleção. Algumas tendências para o RH do futuro já fazem parte dessas mudanças e outras prometem revolucionar ainda mais a área.

Neste artigo abordaremos as tendências para o RH do futuro que irão impactar o setor e as expectativas para um departamento menos burocrático e mais tecnológico. Boa leitura!

Qual o futuro do RH?

Em primeiro lugar, devemos relembrar que o RH era visto como um setor voltado apenas para cuidar da parte burocrática dos colaboradores, garantindo que os documentos dos funcionários estivessem em ordem. Porém, atualmente, vemos um departamento muito mais tecnológico e estratégico.

O futuro do RH está em construir um setor mais automatizado, focado na gestão de pessoas desde a contratação, gestão de cargos e salários como no desenvolvimento pessoal e de desempenho dos colaboradores. Esse dinamismo na área ajuda no sucesso e no lucro das organizações.

Quais as tendências para o RH do futuro?

Como resultado de toda tecnologia disponível, podemos dizer que várias tendências se tornaram comuns no setor, por outro lado, muitas outras estão por vir. Por isso, selecionamos 7 inovações do setor que irão ditar o futuro do RH. Confira.

1. Setor cada vez mais tecnológico

Não é exclusividade do RH, mas quanto mais a tecnologia avançar mais o departamento vai evoluir. Por exemplo: o crescimento do employer branding até a gamificação para aumentar a produtividade são estratégias que ganharam espaço com as inovações.

2. Flexibilidade, tanto dos colaboradores quanto das lideranças

Tanto os millennials quanto a geração Z apresentam quebras de paradigmas em relação às gerações anteriores, e isso reflete nas relações de trabalho. Além disso, as lideranças também mudaram, criando uma hierarquia única com foco na comunicação e na liberdade. É a velha história da diferença de ser líder e ser chefe. 

Da mesma forma que os funcionários demandam prioridades, os profissionais de RH devem entender quais os pontos que impactam na produtividade dos colaboradores e encontrar formas de otimizá-las. Um exemplo disso é a flexibilidade entre trabalho e vida pessoal – algo que passa a ser mais aceitável atualmente.

3. Decisões pautadas em dados

Certamente que decisões pautadas em dados fazem total diferença nos resultados e nas estratégias. A gestão de dados já é uma realidade, e como citado no início do texto, é o tipo de tendência que veio para ficar. Dados que empregam o desempenho dos colaboradores até a mensuração do clima na organização precisam estar disponíveis para garantir que cada processo seja feito da melhor forma possível, visto que eles norteiam as estratégias.

Esse é um bom exemplo de como o setor vem se adaptado com as mudanças, pois, antigamente era difícil medir a produtividade de cada colaborador bem como encontrar os talentos da empresa.

4. Gamificação

O universo dos games ganha espaço no setor de RH, e gera grandes resultados. Essa inovação já vem sendo aplicada no mercado geral e traz conceitos como recompensas, colaboração, treinamentos, feedback e muitas outras ações voltadas ao engajamento dos colaboradores.

5. Processo de recrutamento e seleção mais aperfeiçoados

De longe uma tendência bem vista pelos profissionais do RH. Além de ser um avanço e tanto! O processo de recrutamento e seleção tendem a ser mais eficazes, com menor possibilidade de erro e, consequentemente, prejuízos.

Esse processo permeia a captação dos candidatos e vai até à execução do onboarding. Além disso, a busca por profissionais com soft skills e fit cultural também são melhor avaliadas. E até mesmo a divulgação das vagas e o local onde são postadas devem ser aprimorados.

Outro quesito que podemos destacar é a diversidade, equidade e inclusão nas empresas. Vale ressaltar que essa já é uma realidade e as corporações precisam se preparar estrategicamente para lidar com essa inovação.

6. Treinamentos online

Colaborar treinado é investimento e o RH tem participado cada vez mais ativamente dessa fase. Com o avanço da tecnologia, há ferramentas capazes de proporcionar treinamentos tanto de forma presencial quanto online, e isso faz com que o funcionário se sinta mais motivado e capaz de aplicar aquilo que aprendeu.

7. Saúde mental e bem-estar do colaborador

Para finalizar, podemos destacar uns dos pontos de maior importância para o RH — a saúde mental dos colaboradores. Não é difícil de imaginar os impactos negativos que um funcionário pode ter ao desenvolver síndrome de burnout ou estar desmotivado com o trabalho.

Essa questão vai muito além e podemos linkar com uma tendência vinda com a Covid-19: o home office. Muitas empresas adotaram esse regime justamente por conta da pandemia e sabemos que pode se tornar frequente devido à economia de custos e qualidade de vida dos profissionais. Para isso, o RH deve estar ligado nas inúmeras formas de se manter o colaborador engajado com o time, motivado e com o bem-estar em alta.

Em resumo, várias das tendências aqui citadas já fazem parte do dia a dia do profissional de RH, porém algumas outras estão ganhando espaço e prometem evoluir cada vez mais. Sabemos que a automação dos processos facilita o trabalho no setor ao mesmo tempo que expande suas estratégias para as demais áreas da empresa. É importante estar atento(a) às tendências para o RH do futuro e não ficar para trás.

Por hoje é só, mas se você gostou desse conteúdo e quer mais informações sobre admissão digital e tendências de RH,  assine a nossa newsletter e entre no nosso canal do Telegram: Eu Amo RH!

Até o próximo artigo! 💙

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: