Modelo híbrido de trabalho

Entenda o real objetivo da psicologia do trabalho

Em todo negócio as pessoas são os ativos mais importantes. Por isso, a preocupação com seu bem-estar é cada vez mais observado nas empresas que estão adotando o uso da psicologia do trabalho.

Qual empresa não quer funcionários engajados, motivados e super produtivos, não é? Então, continue lendo para entender mais sobre a função da psicologia do trabalho dentro das empresas.

O que é a psicologia do trabalho

A psicologia do trabalho busca estudar as questões envolta do ambiente organizacional. Assim, buscando achar pontos de melhoria na qualidade de vida dos colaboradores.

Como o trabalho consome tanto de nossa vida e permeia toda nossa rotina, a empresa deve entender que é mais do que uma provedora de sustento financeiro. Então, o apoio emocional, o propósito e desenvolvimento humano também é algo que devemos proporcionar às equipes.

Portanto, a atuação do profissional de RH que atue na psicologia do trabalho está presentes em diversas etapas:

  • Recrutamento e seleção;
  • Avaliação de desempenho;
  • Treinamento e desenvolvimento;
  • Planejamento de cargos e salários;
  • Gestão de conflitos; entre outros.

Quais seus objetivos da psicologia do trabalho dentro da empresa?

A psicologia do trabalho visa garantir e proporcionar a qualidade de vida dos colaboradores. Para isso, se apoia no conhecimento da personalidade dos trabalhadores, nos estudos sobre seus talentos.

Assim, o profissional consegue ajudar o RH a criar ações estratégicas. Ações estas que terão impactos profundos na motivação, satisfação e produtividade de toda organização.

Quais as vantagens de aplicar a psicologia do trabalho na sua empresa?

#1 Melhores contratações

Com o psicólogo atuando desde o R & S, é possível detectar os profissionais com o comportamento mais adequado. Assim, melhorando as chances de fit cultural e contratação efetiva.

Portanto, a psicologia pode ser aplicada avaliando:

  • Perfil comportamental, a personalidade, do candidato e comparando com a do time;
  • Alinhamento de valores e cultura;
  • Inteligência emocional; etc.

#2 Redução de absenteísmo e turnover

Como consequência do ponto anterior, a psicologia do trabalho reduz a taxa de turnover.

E com o acompanhamento emocional, conseguimos controlar as taxas de absenteísmo, através de pontos como motivação e propósito.

Ademais, melhora os processos de feedback construtivos. Desse modo, a desmotivação com o trabalho, uma das razões para o absenteísmo alto, é evitada.

#3 Melhora da satisfação e motivação e produtividade

A psicologia do trabalho ajuda em ações como:

  • Avaliação de Desempenho;
  • Políticas de comissões;
  • Remuneração (não só em dinheiro, mas emocional também);
  • Feedback construtivo; entre outros.

Essas são atividades que, aplicadas corretamente, aumentam o comprometimento e motivação, consequentemente ajudando na produtividade.

#4 Melhorias de liderança e comunicação

Os psicólogos também ajudam as lideranças a melhorar a comunicação, especialmente para dar feedbacks. Aliás, saber comunicar é uma habilidade fundamental nas relações interpessoais.

Assim, com líderes que sabem se comunicar são mais efetivos e possuem facilidade com a gestão de conflitos e crises.

E não só os líderes, mas os colaboradores também são beneficiados com ajuda da psicologia aplicada nas relações interpessoais. Logo, conseguimos evitar conflitos e melhorar o trabalho em equipe.

Na sua empresa, já contam com mecanismos de automação e uso da psicologia do trabalho?

Também podem te interessar

Receba novos conteúdos
no seu email: